26 de novembro de 2009

NO MUNDO DOS SONHOS

Postado por célia ferrer às 09:46:00
Reações: 


O SURREALISMO

O Surrealismo foi um movimento artístico e literário surgido primariamente em Paris dos anos 20, inserido no contexto das vanguardas que viriam a definir o modernismo, reunindo artistas anteriormente ligados ao Dadaísmo e posteriormente expandido para outros países. Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud (1856-1939), o surrealismo enfatiza o papel do inconsciente na atividade criativa. Seus representantes mais conhecidos são Max Ernst, René Magritte e Salvador Dalí no campo das artes plásticas, André Breton na literatura e Luis Buñuel no cinema.



Miró


O surrealismo foi por excelência a corrente artística moderna da representação do irracional e do subconsciente. Suas origens devem ser buscadas no dadaísmo e na pintura metafísica de Giorgio De Chirico.
Este movimento artístico surge todas às vezes que a imaginação se manifesta livremente, sem o freio do espírito crítico, o que vale é o impulso psíquico. Os surrealistas deixam o mundo real para penetrarem no irreal, pois a emoção mais profunda do ser tem todas as possibilidades de se expressar apenas com a aproximação do fantástico, no ponto onde a razão humana perde o controle.




Dali - Persistência da memória


A publicação do Manifesto do Surrealismo, assinado por André Breton em outubro de 1924, marcou historicamente o nascimento do movimento. Nele se propunha a restauração dos sentimentos humanos e do
instinto como ponto de partida para uma nova linguagem artística. Para isso era preciso que o homem tivesse uma visão totalmente introspectiva de si mesmo e encontrasse esse ponto do espírito no qual a realidade interna e externa são percebidas totalmente isentas de contradições.


La chateau des Pyrenees by Rene Magritte
La chateau des Pyrenees
by Rene Magritte


A livre associação e a análise dos sonhos, ambos métodos da psicanálise freudiana, transformaram-se nos procedimentos básicos do surrealismo, embora aplicados a seu modo. Por meio do automatismo, ou seja,
qualquer forma de expressão em que a mente não exercesse nenhum tipo de controle, os surrealistas tentavam
plasmar, seja por meio de formas abstratas ou figurativas simbólicas, as imagens da realidade mais profunda do
ser humano: o subconsciente.


http://farm3.static.flickr.com/2646/3769996031_8f8858cbf0.jpg

HANS BELMER


Buscava deliberadamente o bizarro e irracional para expressar verdades ocultas, inalcançáveis por meio da lógica. Foram duas formas dentro do movimento: Joan Miró e Max Ernst praticavam a arte improvisada, distanciando-se o mais possível do controle consciente.


[1034de_chirico_lodeve.jpg]

DE CHIRICO


Já outros, como Dali, De Chirico e Magritte, usavam técnicas realistas para apresentar cenas alucinatórias que desafiavam o senso comum.


http://www.thierrymelchior.net/images/max_ernst_oedipus_rex.gif

MAX ERNST


O Surrealismo apresenta relações com o Futurismo e o Dadaísmo. No entanto, se os dadaístas propunham apenas a destruição, os surrealistas pregavam a destruição da sociedade em que viviam e a criação de uma nova, a ser organizada em outras bases. Os surrealistas pretendiam, dessa forma, atingir uma outra realidade, situada no plano do subconsciente e do inconsciente. A fantasia, os estados de tristeza e melancolia exerceram grande atração sobre os surrealistas, e nesse aspecto eles se aproximam dos românticos, embora sejam muito mais radicais.






0 comentários:

Postar um comentário

 

ArtE.cOM Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Customizado por Layout para Blog